Sejam Bem-Vindos!

Inspirado nessa obra prima de Garcia Marquez eu vou compartilhar com vcs algumas coisas em que eu escrevo nos meus momentos de solidão, onde a minha mente torna-se um vulcão de idéias!

Pesquisar no Blog

Pesquisa personalizada

quinta-feira, 29 de julho de 2010

A última esperança...

Na mochila, entre papéis
Estava a esperança
De te ter novamente.
Num envelope lacrado,
Na forma de um coração,
Mais um mimo
Que tinha para ela,
Apaixonada por chocolate.
Trufas... Saborosas trufas...
Mas hoje elas foram abertas,
E não foi por quem
Eu havia imaginado...
Sem mais esperanças
Do retorno esperado
Anciosamente...

2 comentários:

silvioafonso disse...

.

Ah, o amor...
Passarinho verde, na janela.
Águas na fonte cantando as
letras dela e no meu peito
esta saudade que não passa,
mas me deixa chorar...

silvioafonso.



.

Aline disse...

"Vai um sujeito,
Sai um sujeito de casa com a roupa de brim branco muito bem engomada, e na primeira esquina passa um caminhão, salpica-lhe o paletó ou a calça de uma nódoa de lama:
É a vida"